Header Ads

PRF INVESTIGA DETALHES DO TRÁGICO ACIDENTE DA BR 343

A (PRF)Polícia Rodoviária Federal,divulgou Imagens dos velocímetros dos dois veículos que colidiram na manhã de domingo (18),as imagens mostram que os ponteiros travaram indicando velocidades acima, de 200km/h. A PRF ainda apura se a velocidade é de fato aquela com a qual trafegavam no momento em que colidiram na BR-343, no trecho que liga as cidades de Campo Maior e Altos, a cerca de 80 km de Teresina.

                                       Painel do BMW travou na marca de 220 km/h. (Foto: Divulgação/ PRF)
De acordo com as imagens, o painel do automóvel BMW travou marcando 220 km/h, e o veículo da marca Volkswagen marcou 182 km/h. Segundo a PRF, os veículos têm uma tecnologia que trava os mostradores do painel no momento de uma colisão muito forte, o que possibilitou observar a velocidade no instante do impacto. O marcador é um dos indicativos para determinar a real velocidade no momento da batida.

                                Painel do automóvel Volkswagen travou em 182 km/h. (Foto: Divulgação/ PRF)
Um vídeo divulgado na tarde de domingo (18) mostra ainda os carros passando no sentido Altos - Campo Maior onde é possível perceber a alta velocidades dos dois automóveis envolvidos no acidente.
          
O inspetor Welendal Tenório disse que outros elementos deverão ser analisados em conjunto com estas informações para definir a dinâmica do acidente. “Temos que trabalhar todos os detalhes para ter uma definição mais real do que aconteceu lá no local”, comentou o inspetor Welendal, que foi cauteloso sobre a possibilidade de que os veículos estivessem envolvidos em um "racha”.


“Até o momento a gente não tem nenhuma comprovação de que houve algo assim. Eu estou em contato com o agente responsável pela ocorrência. O que nós podemos definir é que estavam em uma velocidade alta por causa da situação dos destroços", comentou o inspetor, acrescentando que os outros motoristas podem ser responsabilizados pelo que o superintendente chamou de "provocar uma competição".

Duas pessoas morreram no trágico acidente. Segundo o superintendente Welendal, o acidente aconteceu porque um dos veículos bateu primeiro em um objeto fixo na pista, ainda não identificado, e o outro colidiu com a traseira deste.
Uma das vítimas que faleceu conduzia um dos veículos e a outra era passageiro do segundo carro. Eles foram identificados como Pedro Barbosa de Carvalho Filho, de 47 anos, e José Agenor Igreja Segundo. O condutor do segundo automóvel, identificado como apenas como João Neto, ficou gravemente ferido, foi resgatado e levado para um hospital particular em Teresina.
Fonte G1

Nenhum comentário