Header Ads

TRÊS MULHERES SÃO TORTURADAS E MORTAS EM FORTALEZA


Três mulheres são torturadas e decapitadas na Grande Fortaleza


Três homens foram presos e um adolescente foi apreendido, como responsáveis pelos assassinatos.
Por G1 CE
Polícia e Bombeiros do Ceará buscam corpos de três mulheres mortas em uma área de mangue, em Caucaia. (Foto: Secretaria de Segurança/Divulgação)

Três mulheres foram torturadas, mortas e decapitadas no sábado (3) no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Os criminosos filmaram a tortura e o assassinato, e postaram o vídeo em redes sociais. O crime aconteceu em uma área de mangue próximo ao Bairro Parque Leblon.

Na terça-feira (6), três homens foram presos e um adolescente foi apreendido. Eles confessaram participação no caso. De acordo com o delegado responsável pelo 7º Distrito Policial, Marciliano de Oliveira Ribeiro, os corpos das três jovens ainda não foram encontrados.

As buscas devem continuar nesta quarta-feira (7), a partir das 9h, com a participação do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. "Só paramos por conta da limitação do horário. Temos uma área delimitada, mas é mangue, com muito lamaçal, o que dificulta as buscas à noite. Fica no estuário do Rio Ceará", comentou.
Ainda segundo o delegado, apesar de os corpos ainda estarem desaparecidos, um vídeo gravado no momento do assassinato serve como prova do envolvimento dos suspeitos.
Os suspeitos abordaram as vítimas no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza, e levado as jovens ao local do crime. As gravações feitas pelos próprios suspeitos mostram as mulheres sendo torturadas antes de serem mortas.

Segundo Ribeiro, as vítimas podem estar associadas a uma facção criminosa rival a dos suspeitos de terem praticado o assassinato, o que teria motivado o crime.

As investigações estão sob os cuidados do 7º Distrito Policial.
A polícia acredita que os corpos podem ter sidos arrastadas pelas cheias das marés. Outra dificuldade é a mata. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)
A vegetação, marés e o cheiro do mangue dificultam as buscas pelos corpos das três mulheres mortas e decapitadas.
As informações foram repassadas pelo 7º Distrito Policial na manhã desta quinta-feira (8). As buscas serão retomadas na tarde desta quinta-feira (8).
Uma das mulheres sofreu uma série de mutilações. As três foram decapitadas. Retiradas do bairro vizinho, foram levadas para a área de mangue e, antes da tortura, foram obrigadas a negar que participam de uma fação que atua na capital. Os criminosos filmaram o crime, e postaram o vídeo em redes sociais. Os três primeiros presos, na terça-feira (6), confessaram a tortura e o assassinato. A suspeita é de que cinco pessoas mataram as jovens.

“Até o presente momento é questão de facção o fato que levou essas mortes. Até porque da forma como estão fazendo é com toda essa tortura com toda esse flagelo das vítimas. Tortura, decapitação, esgorjamento, tudo aquilo ali que parece coisas de extremista e de terrorista”, disse um policial civil que participa das investigações e prefere não se identificar.

Um comentário:

  1. Meu Deus, porque tanto crueldade com seu próximo,acima de tudo com ser tão maravilhoso como a mulher que foi abençoada por Deus pra gera a vida dentro dela,e esses monstros não lembram que vieram de dentro de uma mulher.

    ResponderExcluir