Header Ads

CASO VITÓRIA GABRIELLY JUSTIÇA DECRETA PRISÃO DE TESTEMUNHA

A Justiça decretou na tarde desta sexta-feira (15) a prisão temporária do  homem que disse que esteve com a menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, desaparecida há uma semana, em Araçariguama (SP). A Justiça também pediu sigilo na investigação.

 (Foto: TV TEM/Reprodução)

A testemunha, que não teve a identidade divulgada, apresentou seis versões diferentes sobre o caso. Segundo a polícia, o suspeito deve se apresentar nas próximas horas.

Com base nas informações contadas pelo homem, a polícia fez buscas por locais onde a garota teria passado em Mairinque, a 20 quilômetros de distância de Araçariguama (SP), onde ela mora com a família.
Vitória Gabrielly foi vista pela última vez na sexta-feira (8) andando de patins perto do ginásio de esportes da cidade.
De acordo com o delegado seccional Marcelo Carriel, o suspeito trabalha como servente de pedreiro e disse ser usuário de drogas. Ele revelou que esteve com a garota junto com um casal em um carro.


O delegado não deu detalhes sobre a investigação, sem explicar como a menina foi parar dentro do veículo, mas diz que a menina pode ter sido levada por engano.

O homem também afirmou à polícia que foi deixado em uma rua na volta para Mairinque, cidade onde mora, e que a menina seguiu com o casal no carro.


(Foto: Facebook/Reprodução)

"É uma das versões. É a versão principal, que não se sustenta muito também", afirma Carriel.

Além do homem, um casal também prestou esclarecimentos à polícia e teve o carro apreendido. O casal foi liberado na noite desta quinta-feira (14).



Investigação

Vitória Gabrielly desapareceu há sete dias, vista pela última vez andando de patins, sozinha (veja no vídeo acima). Testemunhas viram a garota brincando perto do ginásio de esportes. Moradores da cidade, amigos e parentes de Vitória Gabrielly estão mobilizados para encontrar a menina.

Conforme a investigação, equipes fizeram buscas pela vítima em Araçariguama e Mairinque, entre outros pontos na região, inclusive, com uso de cães farejadores. A Prefeitura de Araçariguama também adsivou cerca de 30 carros com fotos dela como forma de ajudar nas buscas.
De acordo com Carriel, mais pessoas precisam ser ouvidas para a solução do caso. Para o advogado contratado pela família da garota, o caso ainda é tratado como desaparecimento.

"Foi uma dívida de drogas e pegaram ela por engano", ressalta o advogado Roberto Guastelli.
Na quarta-feira (13), a Polícia Civil conseguiu na Justiça a quebra de sigilo telefônico de pessoas ligadas à Vitória Gabrielly. Policiais tentam localizar uma adolescente que seria amiga de Vitória e havia conversado com ela por telefone no dia do sumiço.

Postado por: newsphb com informações de:  G1 Sorocaba e Jundiaí

Nenhum comentário