Header Ads

FLAMENGO E OS RECORDES QUE AINDA PODEM SER QUEBRADOS

Com o título do Campeonato Brasileiro assegurado no último domingo, a cabeça dos torcedores do Flamengo já está no Mundial de Clubes em dezembro no Catar. Antes, porém, o Rubro-Negro tem pela frente mais quatro jogos pela Série A, contra Ceará, Palmeiras, Avaí e Santos. Hora de cumprir tabela? Nada disso. O Flamengo ainda pode buscar na competição, além de levantar o troféu nesta quarta-feira no Maracanã. A quebra de alguns recordes

Flamengo foi campeão da Libertadores— Foto: Getty Images

O Flamengo pode terminar o campeonato como a melhor equipe da história na Era dos pontos corridos com 20 clubes, disputado neste formato desde 2006. O time, que com 25 triunfos já é dono do maior número de vitórias em uma mesma edição, ainda terá a chance de ter: a pontuação mais alta; o menor número de derrotas; o melhor ataque e saldo de gols; a mais longa invencibilidade; e o artilheiro mais goleador.


Apenas um quesito o Rubro-Negro não pode superar mais: a defesa menos vazada, que pertence ao São Paulo com 19 gols sofridos em 2007. O time atual já levou 30 gols em 34 jogos.
Melhor pontuação

Flamengo de Jesus tem 79,4% de aproveitamento no Brasileirão — Foto: André Durão

O Flamengo já igualou a pontuação mais alta do atual formato, que era do Corinthians e seus 81 pontos em 2015, quando teve 71% de aproveitamento. Basta o Rubro-Negro, que tem 79,4% de rendimento em 34 jogos, somar mais um dos 12 pontos ainda em disputa para se isolar como a melhor campanha.

Melhor ataque

Juntos, Bruno Henrique e Gabigol já fizeram 40 gols neste Brasileirão — Foto: Pedro Vilela/Getty Images

Um dos grandes segredos do sucesso do Flamengo versão 2019 é o seu poderio ofensivo: já são 137 gols em 70 jogos na temporada. No Brasileiro, foram 73 até a 34 rodada. Faltam quatro para igualar e cinco para ultrapassar o recorde de 77 bolas na rede do Cruzeiro em 2013.


Maior artilheiro
Dono de 40 gols em 2019, Gabigol — Foto: Celso Pupo/Agência Estado

Por falar em estufar as redes, Gabigol não cansa de quebrar recordes pelo Flamengo e terá a chance de bater mais um. Com 22 gols no campeonato, o camisa 9 rubro-negro está a um de se igualar a Jonas, goleador do Grêmio em 2010, e Borges, artilheiro do Santos em 2011. Mas o atacante só tem mais três jogos para tentar igualar e superar a marca, pois cumprirá suspensão contra o Ceará.

Melhor saldo

Outro quesito que tem relação direta com bola na rede é o saldo de gols, que é a subtração do número de gols marcados pela quantidade de sofridos. O Flamengo está com 43 de saldo, o que lhe garantiria a liderança isolada no comparativo, já que a melhor marca é de 40 do Cruzeiro de 2013 e do Corinthians de 2015. O desafio rubro-negro é não deixar cair essa vantagem atual de três gols.



Maior invencibilidade

Outra marca próxima de ser alcançada é a maior invencibilidade dentro de um mesmo Campeonato Brasileiro. O recorde no formato atual pertence ao Palmeiras, que ficou 23 jogos sem perder no ano passado. O Flamengo no somatório geral das competições está há 26 partidas invicto, sendo 21 na Série A. Restando quatro jogos, precisaria chegar à última rodada sem ser derrotado para ultrapassar.

Dupla Rodrigo Caio & Pablo Marí está invicta no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal & Marcelo Cortes / Flamengo

Com grandes defesas, Diego Alves tem sido decisivo para a série invicta — Foto: Thiago Gadelha/SVM

Menos derrotas

O último quesito possível de ser batido pelo Flamengo é terminar com o menor número de derrotas do atual formado, recorde que pertence ao São Paulo de 2006 e o Palmeiras do ano passado. Para conseguir superar a marca, o Rubro-Negro, que sofreu três reveses no campeonato, precisaria manter a atual sequência invicta até o fim do campeonato.

O Flamengo recebe o Ceará, que luta contra o rebaixamento, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Após o jogo, o elenco rubro-negro vai receber o troféu e as medalhas de campeão brasileiro.

newsphb  Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

Nenhum comentário