O DESABAFO DE UM PREFEITO QUE PREZA PELO TRABALHO

O prefeito de Parnaíba, Francisco de Assis Morais Souza, o "Mão Santa", falou hoje com a imprensa a respeito da passagem do dia do Trabalhador, nesta sexta-feira(1º/05), destacou que Parnaíba sempre foi grandiosa pela pujança da força do trabalho. E enfatizou: “o trabalho sempre foi mais importante e sempre veio na frente. Depois é que veio a riqueza”.

 Francisco de Assis Morais Souza "o mão santa" prefeito de Parnaíba

Mão Santa mais uma vez se posicionou contra aqueles governantes, que, através de decretos, querem impedir que se trabalhe. “Eu, que represento a grandeza desta cidade, acho que quem é contra o trabalho é contra Deus. Não é cristão e nem é de Deus- é do cão”.

Para o prefeito, quem está impedindo que as pessoas trabalhem vão levar à pobreza extrema esta cidade e a pátria. “Esses canalhas, imbecis, estão numa boa, ganhando bem, não estão nem aí. Por isso eles combatem o trabalho. O PT é desgraça muita, mas a pobreza é muito mais. Se ninguém trabalhar nosso país será transformado numa nova África. E isso eu não quero. Eu me contraponho. Esses que estão prendendo gente de bem, pra mim são canalhas!”

Mão Santa lembrou também que quando governou o Piauí mandou prender apenas uma pessoa: o chefe do crime organizado (Correia Lima). “Autoridade não é policial, é moral. Que país é esse que se prende, se bate, se algema trabalhador?”- questiona. E acrescenta: “ Hoje estão prendendo crianças com os pais só porque quando vão entrar no mar…Vocês não respeitam o povo. A democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo. E vocês parece que querem essa doença para roubar. Querem aumentar o número de infectados para ganharem mais dinheiro”.

O prefeito também questiona o poder dos decretos que estão impedindo a abertura (gradual) do comércio. “Decreto é menos que lei. E vocês não respeitam nem a lei de Deus, que pede para não roubar. E vocês roubam. E desrespeitam o direito universal de ir e vir. Vocês estão prostituindo a democracia. E Norberto Bibbio ensinou que o mínimo que se pode dar ao povo é garantir o direito à vida, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

newsphb fonte blog do pessoa

Nenhum comentário